Mestre Dionizio

Mestre Dionizio teve contato pela primeira vez com a capoeira em 1969 aos 12 anos de idade, quando estava em um clube na cidade de Taguatinga em Brasília-DF quando parou para ver alguns capoeiristas que ali se apresentavam. A partir daquele dia dizia sempre a sua mãe que queria aprender a capoeira, mas na época não existia ninguém por perto que pudesse ensinar-lhe os primeiros passos, fazendo com que sua mãe não desse muita importância a seu pedido. Mesmo assim em 1971, acabou por descobrir um pessoal de homens já formados que se reuniam para treinar aos finais de semana no colégio que ele estudava, na época CTN - Colégio Taguatinga Norte, assistiu algumas aulas incentivado por um colega da escola que já treinava. Nesta época ele comprou um disco de vinil denominado "Eu Bahia" que o ouvia quase todo santo dia, os toques e as cantigas ali reproduzidas. Ele ensaiava a ginga e alguns golpes, como também tentava reproduzir os toques em um berimbau feito por ele mesmo de galho de goiabeira, arame de alumínio e a metade da casca de um coco seco como a cabaça.

 

Em 1973, sua família mudou-se para a cidade do Guará e o mestre acabou retomando o contato com a capoeira através de alguns colegas que se reuniam para treinar no fundo do quintal da casa de um já capoeirista de nome Renato conhecido como "tatu" vindo do Rio de Janeiro,  já falecido. Em 1974 frequentou algumas aulas que eram dadas por um capoeirista conhecido como "Dentinho" também aos finais de semana no Colégio GG - Guará I, atual sede do seu trabalho.

 

Em 1976, o Mestre Dionizio entrou para servir a Aeronáutica e em 1978 entrou para a Faculdade de Educação Física e treinava sozinho esporadicamente, quando foi treinar com Mestre Tranqueira já falecido, no Sesc 504 da asa sul, onde foi considerado pelo mestre como aluno graduado, na época o mestre Tranqueira não usava nenhum tipo de sistema de graduação.

 

O Mestre Zulu realizava anualmente em Brasília a Grande Roda Brasileira de Capoeira, que reunia diversos capoeiristas de Brasília e de vários estados, foi quando o Mestre Dionizio simpatizando com a metodologia e a filosofia do mestre Zulu passou a frequentar a sua academia, na época situada na quadra 704 da asa norte, em meados de 1980, como também passou a integrar o Clube de Capoeira Beribazu, fundado pelo mestre Zulu em 1972. Em dezembro de 1988 foi confirmado como contra-mestre pelo mestre Zulu e em agosto de 1991 formou-se mestre obtendo o grau de corda vermelha.

 

Já com título de professor de capoeira, de 1982 a 1984 ministrava aulas de capoeira em uma entidade social situada em Ceilândia cidade satélite de Brasília, desenvolvendo um trabalho com crianças de risco social. Somente em novembro de 1987 já professor concursado da Rede Pública do DF e contra-mestre, foi convidado pela Secretaria de Educação do DF (antiga Fundação Educacional) a fundar o Centro de Iniciação Desportiva em Capoeira do Guará, onde atua até a presente data, e como fruto deste tão suado e árduo trabalho em setembro de 2007, formou seu primeiro mestre, hoje chamado Mestre IGOR, tendo também um belo grupo de graduados e contra-mestres.

 

O mestre Dionizio mantém intercâmbio com vários grupos de capoeira de diferentes vertentes, participando de eventos aqui no Brasil e exterior como convidado para ministrar vivências work shops e palestras sobre a capoeira, atividade física através da capoeira, cultura e arte. Dentre os países podemos destacar, EUA (Nova York); Japão (Mie Ken), as cidades e capitais brasileiras como: São Paulo (Campinas, Jundiaí); Paraná (Curitiba); Espírito Santo (Vitória); Santa Catarina (Florianópolis); Pernambuco (Recife e Gravatá); Salvador; Mato Grosso (Cuiabá); Rondônia (Porto Velho), Rio de Janeiro (Niterói); Minas Gerais (Belo Horizonte e Ouro Preto); Goiás (Goiânia, São João D'Aliança e Alto do Paraíso) e Ceará (Fortaleza).

 

Em 2013 houve a cerimônia de outorga à Mestre Dignificador, sendo condecorado com a corda branca.

 

Mestre Dionizio é professor de Educação Física, pós-graduado em capoeira na Escola, já ministrou aulas em diversas academias e escolas da rede particular, como: Colégio Cor Jesu, Colégio Católica, Colégio La Salle. Atualmente é professor aposentado da Secretaria de Educação do DF e leciona Capoeira no Guará para crianças, jovens e adultos.

 

CAPOEIRA - CULTURA - QUALIDADE DE VIDA - SAÚDE - ANCESTRALIDADE - RESPEITO  - PATRIMONIO IMATERIAL

© 2013 by N'GOLO CAPOEIRA. Todos direitos reservados